Aprendendo Esperar

Este blog foi criado para ser um veiculo de desabafo e registro sobre minha tragetória para alcançar meu sonho de SER MÃE.
"Katia"

" Minha Evolução Gestacional"

domingo, 28 de março de 2010

Relato de aborto x heparinas x imuno

Relato de ro gaucha jan/2010

A deficiência de proteina S causa retardo no crescimento embrionário, e pode causar aborto não orbigatoriamente), mas causa esse retardo - justamente o que estava acontecendo na nossa segunda perda, independente de termos a "quase" certeza de ter identificado o problema, acho que é muito difícil ter 100% de certeza, fizemos o tal corss match e a biópsia do endométrio, minhas células NK estavam normais e nosso cross match deu negativo, mas como fazia 6 meses do meu aborto, ele poderia ter negativado mesmo, e isso naõ ser problema, optamos por não fazer as vacinas, e acaso eu engravidasse usaria imunoglobulina humana (que evita a rejeição) protegendo assim o embrião, assim não precisaria esperar mais 3 meses ou mais poara começar o tratamento, sendo a imunoglobulina excelente (embora realmente muito cara). Engravidei, como esperava que fosse acontecer, transferimos 3 embriões e quando descobri que estava grávida (4 semanas) fiz a primeira dose da imunoglobulina, 2 semanas depois fiz o primeiro US e descobrimos que eu estava grávida de trigêmeos, claro todos muito pequenininhos (estava com 6 semanas) mas já viamos 3 coraçõezinhos piscando na tela). Todos os dias uso clexane 40mg. Sexta feira eu deveria estar com 7 semanas e 6 dias, fiz minha segunda US, estava muito nervosa para saber como estavam meus bebês, se todos estariam ali (até em razão de que da outra vez tivemos aquela diferença do US com a data correta do embrião), e mais, porque 80% dos abortos ocorre antes de completar 8 semanas. GRAÇAS A DEUS para nossa surpressa os três estavam excelentes, todos com tamanho, batimentos, e tudo o mais quase idênticos, e compatível com 8 SEMANAS, ou seja um diazinho adiantado ainda, isso para nós foi a grande comprovação de que esta era a hora certa, de que Deus esta no comando e de que nosso problema esta realmente identificado, não só engravidei com o uso do Clexane como engravidei dos 3 embriões transferidos, o que é em torno de 1% a probabilidade de acontecer. Já fiz com 4 semanas vários exames que vamos acompanhar por toda a gravidez, entre eles D-dímeros (que deu mais alto do que o normal, o que minha médica do centro da imunologia da reprodução disse ser compreensível já que estava em pleno processo de implantação de 3 embriões), fibrinogênio, tempo de protrombina, KTTP, KT, hemograma completo, plaquetas, leucograma, tempo de tromboplastina ativa, O QUE DEU TUDO NORMAL. Agora vou fazer dia 20/11 minha segunda e ultima dose de imunoglobulina humana, o que desde o início minha médica acreditou não fosse indispensável, mas disse que não faria mal algum, e que se eu tivesse condições de fazer seria excelente e só ajudaria, protegeria a mim e ao bebê ( no caso bebês). Bem meninas, o que quero passar para vocês é que primeiramente precisamos confiar em nossos médicos, preciso confessar que meu GO da minha cidade não manja dessas coisas, não achava que eu precisasse de clexane (heparina) e achava que a proteina S por ser extremamente sensível poderia não ser nada, achava que era um aborto natural por seleção natural, eu compreendo ele, porque na realidade ele é excelente GO, professor da Universidade Federal daqui de medicina há muitos anos, é um dos mais conceituados da minha cidade, mas não é a área dele, os avanços da medicina nestas questões de imunologia da reprudução são recentes se imaginarmos 10 anos de história, para vocês terem uma idéia fiu ver para conseguir o Clexane pelo SUS e até hoje em Pelotas (uma cidade com 350 mil pessoas) apenas houve um caso de uma menina que teve diagnosticado a necessidade de usar o medicamento em razão de rsico de trombose na gravidez, o que demosntra a ausência de conheicmento para esse problema, no mínimo, ao meu ver. No entanto, meu GO respeitou meu tratamento inteiro, esta sempre atento para as informações que trago de Porto Alegre, vai ter contato com minha médica de lá, sabe tudo o que eu faço e pede todos os exawmes que eles pedem para estar no meu prontuário, eu vou continuar com o acompanhamento paralelo dos médicos de Porto Alegre, mas ele esta por dentro de tudo, respeitando e de certa forma "aprendendo", se assim pode-se dizer, até porque no mais é uma gravidezque merece todos os cuidados que uma gravidez "normal" de trigêmeos merece. Vou continuar usando o Clexane 40 mg por toda a gestação, naõ sei exatamente quando paro (dias, horas, ou quando antes do parto), isso meus médicos de Porto Alegre é quem decidirão. Me sinto ótima, muito enjoada, nauseada, com sono, cansaço, tipico de gravidez, e estou feliz por meus trogêmeos estarem com o desenvolvimento super dentro do normal, adequado, para mim isso é que importa, o resultado de toda nossa luta. Meninas desculpa o enorme texto, me empolguei, desejo a todas muito sucesso, tudo de bom, e que as coisas dêem certo para todas. Beijocas grandes Cí e turminha[/quote] Querida Amiga, Obrigada pelo depoimento...É sempre uma injeção de ânimo pra todas nós! Continuo na torcida por vc e pela turminha! Que Deus te abençôe! Bjos

2 comentários:

Anônimo disse...

Ola!meu nome é Cris e gostaria de dizer que sou nova em seu blog mais ja acompanhei a sua luta e atravez dele tive conhecimento da clinica gera iniciei um tratamento lá e como vc resolvir optar por ser doadora fiz varios exames no meu caso o problema estar com meu marido sou nova só tenho 28 anos mais fiquei com muitas duvidas e realmente não sei se continuo lá pois acaba saindo muito caro este tratamento e a espera de receptora acaba sendo demorada talvez por tambem ser negra .Gostaria de poder conversar com vc e trocarmos experiencias estou meio perdida desde de já Agradeço á Deus por ter te encontrado e poder conpartilhar um pouco desse sonho com alguem que com toda fé em Deus sera a mamãe do ano de 2010.
MEU E.MAIL É cristianahollder@hotmail.com

J. Troitino Gava disse...

Oi Katia...
Sou nova aqui no seu blog e cheguei até ele através de uma busca sobre o procedimento de imunoglobina... estou vindo de uma FIV negativa e ja partindo para minha segunda transferência já que me restaram 10 embriões congelados... nesta segunda tentativa estarei realizando uma histeroscopia diagnóstica onde a recuperação do endométrio "pode" vir a fazer com que os embriões se fixem ao endometrio e estarei acrescentando a minha medicação a clexane... para esta segunda tentativa estou avaliando a possibilidade de também fazer a vacina de linfócitos... só que a médica me falou que existe ainda a aplicação de vacinas de imunoglobinas e pelo relato que você colocou ela pode ter realmente sido o fator de um positivo. A autora deste relato tem um blog... gostaria muito de contactá-la!

Aproveito para parabenizá-la pelo blog... nossos relatos podem ajudar outras pessoas e assim também desabafamos nossas tempestades de sentimentos... quando puder passe no meu - http://mamysdream.blogspot.com/

Abraços... Janaina